Solstício de Verão

12-06-2013 13:11
Imagem intercalada 1

 

Sexta-feira, 21 de Junho às 18.30
(duração aproximada 3 horas)

Espaço Marabô

 

Que tristeza pensar que a Natureza fala e o ser humano não a escuta”

Victor Hugo

 

O Ser Humano tem vindo a perder muitas das suas ligações ancestrais com a Terra Mãe, juntamente com tradições, conhecimentos e até identidade. Tem vindo a perder ligação aos ciclos ancestrais, à sabedoria dos rios e das montanhas, à energia das plantas e da Terra.

O Ser Humano, em grande parte, desumanizou-se vivendo cativo de um ego que busca uma constante e efémera gratificação aparente e superficial, quer no mundo dos bens materiais quer na sociedade das aparências e da ganância de poder.

Por vivemos cada vez mais em cidades desumanizadas, em habitats cada vez mais estéreis, com um estilo de vida cada vez mais artificial, significa que a Mãe Natureza morreu dentro e fora de nós?

A falência de um modelo de sociedade materialista e individualista tornam evidente a cada vez maior importância de regressarmos às nossas raízes primordiais, de voltarmos a escutar na plenitude os ensinamentos da estações, a poesia dos rios, o sussurrar das árvores.

É cada vez mais evidente a importância dessa busca primordial, em nós próprios, da nossa própria essência e espiritualidade.

Como podemos, cada vez mais, fluir como as próprias estações e cadência dos ciclos naturais? Como vivermos, sermos, agirmos … naturalmente? Em consonância com a própria essência dos elementos que nos constituem e à Natureza em redor.

 

De que dimensões de nós próprios nos andamos a esconder? O que falta para que possamos viver, sentir e fluir de forma plena? Quais são as mensagens que este novo ciclo estival tem para nos oferecer? Quais são as energias, as cadências, a essência em nossa própria vida do Verão?

 

 

“A Oficina do SOLSTÍCIO de VERÃO - Ao (re)Encontro da NATUREZA MÃE em nós.” é uma viagem sem rumo muito definido (como as curvas sinuosas de um rio) ao encontro e de regresso à TERRA MÃE.

Como sentirmos, procurarmos e (re)encontrarmos a nossa própria Natureza mais essencial?

O Verão, por seu turno, é a estação por excelência da expansão, da aventura, da sede de novos “horizontes”.

Que outras mensagens tem o Verão para nos “oferecer” e fazer “buscar”?

 

Na Oficina iremos analisar um pouco o percurso, sonhos e essência de cada um@ e tentar perceber quais são os principais desafios e exercícios de “renovação” que o Solstício nos vem “lançar”. Paralelamente iremos também celebrar de forma simbólica a chegada da nova estação e, sobretudo, o fim de um ciclo assim como, por inerência, o início de um outro.

 

 

Facilitação: Cristina Gomes e Pedro Jorge Pereira

 

Cristina Gomes

Licenciada em Psicologia, desde 2003.

Em 2004 fez formação em Terapia Regressiva e Hipnose Clínica, ferramentas preciosas que incorpora na sua prática profissional, sempre que sente como necessárias. Mais ou menos pela mesma altura o Reiki entrou no seu caminho, tendo sido desde então um aliado essencial nos processos de cura e transformação que acompanha e que vive, quer no meu percurso profissional como pessoal.

Praticante de yoga desde 2003, é uma apaixonada pelo corpo em todas as suas manifestações. Vegetariana desde 2006, encontrou nesse estilo de vida uma forma de manifestar diariamente o profundo respeito e amor que sente pelos animais e pela Mãe Natureza.

Acredita que a vida é mágica, que tudo é um reflexo da forma como pensamos, e que a mudança do nosso mundo exterior e da nossa vida acontece quando começamos o processo de mudança interior, em direcção à melhor versão de nós mesmos. Acredita igualmente que a vida é mudança, e que todos temos a capacidade e o potencial de nos curarmos e desabrochar, desde que queiramos e acreditemos. E tudo o que é preciso… é dar o primeiro passo!

 

Psicologia clínica, Terapia regressiva, Hipnose clínica, Reiki
http://www.facebook.com/cristinacgomes

www.just-a-feeling.blogspot.com

 

 

Pedro Jorge Pereira,

Formador e Dinamizador de Projectos de Intervenção Eco-Social.

Foi um dos fundadores do núcleo do Porto do Grupo de Acção e Intervenção Ambiental, entre outras experiências de activismo e voluntariado noutras associações, sobretudo de cariz ambiental, com particular destaque também para a Associação Cultural - Casa da Horta. 
Editou e publicou através do Programa Capital Futuro do Programa Juventude, o livro 
“Be the change you want to see”, com um forte carácter pedagógico, destinado à educação ambiental e sensibilização para a importância do voluntariado no mundo actual.

Dinamiza ainda, entre outros projectos e actividades, oficinas ligadas aos temas eco-sociologia, ambiente, ética e escreve artigos de reflexão/pensamento sobre os mesmos.

Dinamiza ainda, entre outros, o projecto Segredos da Horta – Alimentação Vegetariana Natural e Terramote351 – Intervenção e Circuitos Eco-Sociais.

 

Formador e Dinamizador de Proejctos Eco-Sociais

https://www.facebook.com/pedro.j.pereira

http://thechange2004.blogspot.pt/